Sobre

Eu sempre gostei mais do processo criativo e o desenvolvimento do que dele pronto. Adoro design de web, sou louco por tipografia (principalmente as experimentais e ensaios tipográficos), sempre leio sobre hipmermídia. O fato de viver design durante todo o meu dia, seja dentro ou fora do escritório, me agrada muito. Se é neurose? Provavelmente, mas ela nao me desagrada, não, muito pelo contrário. Adoro ver as cores de tudo, formas de tudo, movimentos e harmonia (ou não) de carros, plantas, pessoas, animais, xícaras, fechaduras, azulejos, pães-de-queijo, bolachas de chopp (ou coasters), carpetes. Não coloco limites  pra pegar algo como referência. Apenas olho e percebo.

São esses processos de “ver-referenciar-produzir” que se juntaram com o “compartilhar-e-discutir” e disso saiu um blog.

Por que Designices? Ah… Como o sufixo “-ice” indica qualidade ou estado de algo, nada melhor do que esse nome para expressar o que pretendo fazer por aqui.

Aí eu posso aproveitar pra usar o blog como um dossiê do meu cotidiano, do que produzo e de (quase) tudo que acontece na minha vida profissional.

Aqui só tem as coisas que eu gosto. Só coloco as exposições que já fui. Todos os livros que eu falo são porque eu os li inteirinhos. Quer um resumo dos livros? Ichi, desculpe, blog errado. Acho que livros são coisas muito complexas para serem resumidas e permanecerem com o mesmo valor. Ainda mais os de design, cheio de imagens… Como poderia resumi-las?

Só vai pro blog o que eu de fato conheço, sejam exposições, lojas, eventos…

Espero que minhas opiniões, trabalhos e estudos sirvam de alguma forma.

Um abraço e obrigado pela visita,

Rogério Fratin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *