Designices

O Amigo da Onça (1943-1961), por Péricles

11/04/2012

O Amigo da Onça, de Péricles

Um dos primeiros contatos que tive com a linguagem de HQs foi com certeza O Amigo da Onça (o outro foi nas revistas do Fantasma), num livro que meu pai comprou nos anos 1970 e que me explicava as piadas sarcásticas, desnecessariamente sacanas e politicamente incorretas do personagem do cartunista Péricles, que saíam na revista O Cruzeiro e faziam o maior sucesso. Mais algumas das charges do malandro carioca:

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

O Amigo da Onça, de Péricles

Todas as imagens das charges foram fotografadas da edição especial Nostálgica do Cruzeiro de O Amigo da Onça:

O Amigo da Onça, de Péricles

Pra quem quer saber um pouquinho mais…

Péricles (Péricles de Andrade Maranhão) nasceu em Recife em 1924 e muito novo, aos 17, foi tentar se aventurar desenhando profissionalmente. Deixou sua cidade e foi para o Rio de Janeiro. Participou das revistas O Guri com seu personagem “Oliveira, o Trapalhão“. Na revista A Cigarra desenhava os quadros “Cenas Cariocas“, “Miriato, o Gostosão” e o próprio “Oliveira“. Mas nenhum desses chegou próximo do sucesso que fez O Amigo Da Onça, que foram desenhados (pelo seu criador) de 1943 até 1961 na revista O Cruzeiro e eram, segundo as pesquisas, a seção mais lida e adorada de todas. Crianças, adultos e idosos se divertiam com o personagem que foi encomendado para expressar na época a essência cotidiana do Rio de Janeiro para todo mundo, inclusive que não morasse lá. Péricles se suicidou em 1961, no último dia do ano, se trancou em casa e deixou o gás ligado. Infelizmente não tem quase nada publicado sobre o ilustrador. Editoras, cadê vocês nessa hora?

E você, lia algo diferente do convencional quando era criança?

Comenta esse post aí, vai?

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

26 comentários:

  1. Pingback: So naive | PauloPedott

  2. Sensacional ! Quando criança também li O Amigo da Onça ! Meu pai tinha esse exemplar, uma judiação não ter guardado essa relíquia. Já procurei em alguns sebos sem sucesso. Obrigada pela sessão nostalgia ! Valeu !

  3. Comecei a gostar de ler, folheando O CRUZEIRO, e dava boas risadas lendo o Amigo da Onça. Inclusive o que me fez lembrar dessas charges, foi ter visto um apresentador de noticias, que é a cara do Amigo da Onça – Herodoto Barbeiro.
    Concordam ????????

  4. ADOREI , LEMBRO ME BEM DESTAS PIADAS !
    COMO CONSEGUIR UM REVISTA DESTAS ??

  5. Muito bom! Super engraçado! é como se a gente voltasse no tempo. Era adolescente e curtia muito!

  6. Eu gostava muito desse perssonagem.

    Eu gostava muito desse perssonagem, na epoca eu era crianca, lembro me ate que se criou uma comparacao… Todas a pessoas traicoeiras, sacanas, etc. Eram chamadas de amigo da onca. Esse perssonagem faz parte do nosso falclore nao devia ter desaparecido da midia. Ninguem ainda conseguiu criar um como ele, nem mesmo chegar perto.

    lembre-me ate que

  7. Ainda está faltando uma charge em que ele está ao piano e um compositor está lá também, rodeado de avaliadores e então ele diz: “A marchinha é muito boa, mas a música já é bem conhecida…”
    Muito legal…

  8. Recordo-me muito bem , daqueles velhos tempo de garoto.
    i muitos esses desenhos !…

  9. Eh uma grande coincidencia ; Ha dias atras, comentei algo, que se passou comigo, para um amigo aqui nos Estados Unidos, que me fez relembrar esses desenhos, e, ate mencionei as palavras ; Essa dona foi amiga da onca. Confiei nela, e fui lezado.

  10. sou apaixonado pelo amigo da onça desde criança, adoro o humor sarcástico desse cara!

  11. Muito obrigado,amigo.Essas charges do amigo da onça são hilárias.E raras.Valeu mesmo.Um abraço!

  12. Gosto muito das chagers, tenho uma coleção de mas de 200 piadas originais, preciso conhecer alguém que trabalhe com papel para me dar algumas dicas de conservação

  13. Tenho uma bela coleção de gravuras ou páginas colecionadas da revista O CRUZEIRO desde 1960 aproximadamente, foi de minha mãe. Estão encadernadas Será que alguém sabe seu real valor?
    Ou não tem ainda valor comercial?
    Mande-me ofertas.

  14. Existe uma coletânea dos trabalhos de Péricles e Carlos Estevão?

  15. Não sei em que ano foi, mas gostaria de encontrar uma ou duas charges feitas num local em que o PERICLES [O Amigo da Onça] fazia seus desenhos em Copacabana.
    Este local era um bar localizado na Rua Prado Junior.
    A charge deve conter o nome MIRANDA dono do ponto comercial.

  16. infelismente perdemos um dos maiores artistas de todos os tempos. péricles nos deixou muito ceedo deixando vários fãs , tanto que seu principal personagem é famoso até hoje. o amigo da onça tornou-se celebridade.

  17. Nasci em 1961, em Recife-PE. Somente agora fiquei sabendo que Pericles (O amigo da Onça) que tanto nos divertia na minha epoca de infancia, era meu conterraneo! Que Deus o tenha!

  18. Sou fã incondicional do Amigo da Onça e gostaria muito de saber quantos números da Revista O Cruzeiro sairam.
    Eu só sei que é de 1943 até 1961.
    Gostaria muito de conseguir alguns poster mas acho impossível, mas vou tentar.
    Obrigado e até mais.

  19. Sou fã do O Amigo da Onça desde o tempo da revista O Cruzeiro.
    Péricles foi na miunha opinião o maior chargista que o Brasiul já teve.
    Dou nota 10 pelas fotos.
    Gostaria que colocassem mais fotos.
    Um abrço e obrigado.

  20. Pingback: efemérides do éfemello | Nasce O Amigo da Onça

  21. E eu que achava que o autor do Amigo da Onça era estrangeiro, pode?

  22. A TODOS OS LEITORES GOSTARIA DE DIZER QUE A REVISTA CRUZEIRO FOI A MELHOR REVISTA DO BRASIL
    EM TODOS OS ASPECTOS A PIONEIRA EM NOTICIAS DO BRASIL E INTERNACIONAIS PRINCIPALMENTE DOS ARTIS-
    TAS ATLETAS GOVERNANTES ERA O FACE DA ÉPOCA,
    QUANDO O AMIGO DA ONÇA ERA O SORRISO DE TODOS
    OS SEUS LEITORES … EM MUITOS MOMENTOS VIAJEI NAS
    LINHAS ESCRITAS COM MUITO CARINHO E AMOR POR SE-
    US REDATORES,ESTA FOI UMA BELA RECORDAÇÃO QUE VIVI COM MUITO ORGULHO ATÉ AGORA EM MINHA VIDA,
    FOI MESMO UMA PENA TERMINAR AS SUAS LINDAS EDIÇÕES COM ILUSTRAÇÕES MEMORÁVEIS A VIDA.
    HOJE 25/01/2014

  23. Hoje., lembrei da “revista o Cruzeiro” na época da minha mocidade eu li essa só pra ver a pagina do “amigo da onça” que curti muito. “pena que nunca mais foi publica essa” tão famosa “revista”.