No meio do caminho tinha uma letra, tinha uma letra no meio do caminho 2 – Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Não seria minha intenção agrupar num post da série “No meio do caminho tinha uma letra” alguma categoria dos textos curiosos que encontrava por aí. Acontece que esses tempos encontrei tanta coisa com esse visual grunge e feito pela ação do tempo que vi muita beleza junta e, finalmente, reuni 10 exemplos dessa estética visual bem típica dos anos 1980 e 90, a sujeira, a corrosão e mais um monte de coisas que os modistas do design ficam se matando pra fazer no Photoshop, sem ter especificamente uma função no contexto da peça. Aqui a coisa simplesmente aconteceu – e continua acontecendo. Se passear atento na região central da cidade de São Paulo pode se deparar com algum desses.

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Tinha uma letra no meio do caminho 2 - Naturalmente grunge

Veja também o No meio do caminho tinha uma letra 1

Autor: Rogério Fratin

Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2016, com a pesquisa Design Thinking Aplicado à Educação. Bacharel em Design Digital pela Universidade Anhembi Morumbi, 2005.

3 pensamentos em “No meio do caminho tinha uma letra, tinha uma letra no meio do caminho 2 – Naturalmente grunge”

  1. Fotos maravilhosas. Graças a seu olhar foi possível apreciar texturas tão bonitas, parabéns!

  2. Digo e repito aos alunos: pegar um papel, amassar, desamassar, esfregar no chão, rasgar as bordas e digitalizar é infinitamente mais prático e eficiente que passar horas procurando os tutoriais desses efeitos em vídeos no iutúbi e executando-os.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *