Designices

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

Cartaz - Construtivismo Russo

A primeira exposição que fui enquanto estudante de design, em 2002, foi sobre o Construtivismo Russo. Era uma exposição de cartazes (e tinham muitos deles!) no Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo. Uma pena que eu tinha tido duas aulas na faculdade naquele momento, não tinha ideia do que representava o Construtivismo e nem aqueles cartazes. Eles já me agradavam bastante, mas era muito mais estético que conceitual. Vi as obras construtivistas uma, duas, vinte vezes.

Interessante: Esse último cartaz foi usado na capa de um importante livro sobre design. Qual seria esse livro? Alguém se habilita nos comentários?

Esses cartazes vieram de um aplicativo pra iPhone/iPad chamado Soviet Posters. Além desses de Construtivismo tem de cultura, militar, policial, esportes, trabalho e muitos outros, tudo no mesmo lugar. As imagens baixadas de lá vem em alta ;)

A Referência no Design Gráfico, Editora Blucher
E cada vez mais aparecem bons livros de referências em design. Quem me dera na minha época de aluno da faculdade eu tivesse acesso a 1/4 dessa quantidade de títulos de hoje. Esse, A Referência no Design Gráfico – Um Guia Para a Linguagem, Aplicações e História do Design, da Editora Blucher é um ótimo exemplo disso. As 400 páginas são ricamente ilustradas e ainda por cima bem recheadas de informação. Dá só pra “ver”, dá só pra ler, dá pra ter os dois, que é minha sugestão. Do vintage pro contemporãneo, o impresso, o digital, designers, conceitos, tudo na medida certa. Tem texto suficiente pra você se interessar pelo assunto e na quantidade ideal para que o topico não fique cansativo e você parta logo pro próximo item, linear ou não-linearmente.

Os autores Bryony Gomez-Palacio e Armin Vit dão um breve contexto e mostram imagens de revistas como Emigre, Eye, IDEA, Critique e Esquire. Tem designers como Ladislav Sutnar, Joseph Müller-Brockmann, Paul Rand, Massimo Vignelli, Milton Glaser, Wolfgang Weingart, David Carson. Estúdios como a Pentagram, The Republic Designers e Push Pin. Tem type foundries como a ITC, The Font Bureau, Adobe Fonts, Emigre Fonts, House Industries e Fontshop International. E tem museus de arte e design, tem referências de podcasts e blogs de design, tem o DESIGNICES! Ok… não tem o DESIGNICES, não… Desculpe, me empolguei. E tem cartazes, capas de discos, mapas de metrô, embalagens, revistas, jornais, referências de outros livros… Enfim, dá pra se divertir por um bom tempo com essa publicação. Interessante é ver que além de todas essas figuras carimbadas do design mundial e atemporal também tem outros “menos conhecidos” com ótimos trabalhos. Eu sempre me pego esbarrando nesses nomes e procurando mais a respeito. Alguns foram tão legais que até gastei mais grana em livros a respeito, hehe! Coisas da vida!

Pra mais detalhes sobre o conteúdo:

Sumário

Apresentação
Uma modesta linha do tempo

Princípios
De design (Disciplinas, layout, cor)
De tipografia (Anatomia, genealogia, classificação, composição)
De produção impressa (Métodos de impressão, acabamento)

Conhecimento
Em papel (Periódicos e revistas, livros)
Online (Blogs, fóruns e diários; Arquivos, referências e acervos; Podcasts e rádios online )
Na sala de exposição (Museus, arquivos)
Nas salas de aula

Representantes
De design (1920-1960, 1980-2000)
De formas de letra (Origens, pós-1984)
De escrita
De designers

Prática
Nas paredes (Nas prateteiras, nas bancas de revista, em identidade, em letras)
Nas estantes (Livros, música, produtos de consumo)
Nas bancas de revista
Sobre identidade (Logotipos, programas de identidade)
Sobre formas de letras (Clássicas, inovadoras, novos clássicos, desprezadas)

A sobrecapa pode ser removida pra dar uma espiada nas cores e trabalhos da capa, mas nesse caso é interessante manter: ela é bem resistente e é plástica, não vai rasgar ou amassar fácil.

A Referência no Design Gráfico - Detalhe da sobrecapa

Alguns exemplos de como o conteúdo é exibido e ilustrado nas internas:

A Referência no Design Gráfico - Exemplo de internaA Referência no Design Gráfico - Exemplo de internaA Referência no Design Gráfico - Exemplo de internaA Referência no Design Gráfico - Exemplo de interna

A principal vantagem que encontro nesse livro é, além da qualidade da curadoria e quantidade das referências, elas estão devidamente contextualizadas e definidas, diferente do que geralmente encontramos em livros “somente de referências visuais” que geralmente não nos dão muita chance de procurar ou saber mais, nem entender onde aqueles projetos estavam envolvidos e porque foram feitos.

Esse é mais um título que recebe o “Selo DESIGNICES de qualidade reconhecida;)

Zumbis… Ah, que criaturazinhas doces!

Zumbi é amor, zumbi é vida, zumbi é poesia!

Bem… pelo menos eu vejo assim! Nesses tempos estamos numa moda louca de zumbis, lançam toda hora objetos, camisetas, filmes, seriados, apps de mobile que transformam fotos e criam avatares, mas essas doçuras de pessoas estão nos filmes já tem muito tempo. Fiz essa seleção de cartazes de filmes de zumbi todos antes de 1990. Adoro essa mistura de ilustrações com caligrafias/tipografias para amedrontar e um toque trash que só os zumbis sabem dar. Divirta-se!

Cartaz de filme de zumbi - Zombies on Broadway

Cartaz de filme de zumbi - Beyond

Cartaz de filme de zumbi - Zombie

Cartaz de filme de zumbi - Burial Ground

Cartaz de filme de zumbi - Voodoo Island

Cartaz de filme de zumbi - Revolt of the Zombies

Cartaz de filme de zumbi - Toxic Zombies

Cartaz de filme de zumbi - Dawn of the Dead

Cartaz de filme de zumbi - Tombs of the Blind Dead

Cartaz de filme de zumbi - The Dead Are Alive

Cartaz de filme de zumbi - The Plague of the Zombies

Cartaz de filme de zumbi - The House of Seven Corpses

Cartaz de filme de zumbi - The Dead One

Cartaz de filme de zumbi - I Walked With a Zombie
Cartaz de filme de zumbi - The Day of the Dead

Cartaz de filme de zumbi - Night of the Living Dead

Cartaz de filme de zumbi - Revenge of the Zombies

Cartaz de filme de zumbi - Night of the Zombies

Cartaz de filme de zumbi - Revenge of the Dead

Cartaz de filme de zumbi - Oasis of Zombies

Cartaz de filme de zumbi - Pet Sematery
Todos esses cartazes foram baixados do site Wrong Side of the Art, na categoria Zombie

Posts relacionados

Cartazes vintage de filmes de bangue-bangue à italiana
Cartazes vintage de “Thurston-The Great Magician”
20 cartazes de filmes B dos anos 1930
20 cartazes de filmes B dos anos 1940
10 cartazes de cigarro das décadas de 1920 à 1950
Cartazes da Primeira Guerra Mundial #1
Cartazes “fique em silêncio” da Segunda Guerra Mundial
15 cartazes vintage de cigarros Camel
20 cartazes vintage de circo

E pra firmar ainda mais o retorno do DESIGNICES (não sabia que tinha parado? voltei com esse post) eu resolvi juntar essa volta com os famigerados cartazes de filmes B que vira-e-mexe eles pintam aqui no DESIGNICES. De Dracula ao Ultraman, de Michael Myers ao Homem-Macaco. Só coisa linda nessa mistura que, como se não bastasse, também tiveram seu retorno:

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Cartaz de filme B com o tema "o retorno"

Todos esses cartazes foram baixados do site Wrong Side of the Art, numa busca por “return”

Posts relacionados

Cartazes vintage de filmes de bangue-bangue à italiana
Cartazes vintage de “Thurston-The Great Magician”
20 cartazes de filmes B dos anos 1930
20 cartazes de filmes B dos anos 1940
10 cartazes de cigarro das décadas de 1920 à 1950
Cartazes da Primeira Guerra Mundial #1
Cartazes “fique em silêncio” da Segunda Guerra Mundial
15 cartazes vintage de cigarros Camel
20 cartazes vintage de circo

Algumas [ou muitas?] das tardes da minha infãncia eu passei vendo filmes de diversos gêneros e épocas. Os bangue-bangues à italiana tinham seu lugar garantido na minha TV Sharp, comprada usada pra assistir a Copa do Mundo de 1978. Fiz uma seleção de cartazes desses filmes que achei mais interessantes, com ângulos e composições bacanas das ilustrações. Sinceramente não lembro de quais desses eu já assisti, mas gostava dos do Franco Nero, Bud Spencer e Terence Hill.

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

 

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

 

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

 

Cartaz vintage de filme de bangue-bangue à italiana

Todos esses cartazes foram baixados do site Wrong Side of the Art, na categoria Western Spaghetti

Posts relacionados

Cartazes vintage de “Thurston-The Great Magician”
20 cartazes de filmes B dos anos 1930
20 cartazes de filmes B dos anos 1940
10 cartazes de cigarro das décadas de 1920 à 1950
Cartazes da Primeira Guerra Mundial #1
Cartazes “fique em silêncio” da Segunda Guerra Mundial
15 cartazes vintage de cigarros Camel
20 cartazes vintage de circo

Eu não bebo álcool, mas confesso que gostaria de ter os originais nas garrafas desses rótulos vintage de whyskey que encontrei, entre os anos de 1857 e 1870:

Rótulo vintage de whiskey, de 1857

Rótulo vintage de whiskey, de 1859

Rótulo vintage de whiskey, de 1859

Rótulo vintage de whiskey, de 1859

Rótulo vintage de whiskey, de 1859

Rótulo vintage de whiskey, de 1860

Rótulo vintage de whiskey, de 1861

Rótulo vintage de whiskey, de 1863

Rótulo vintage de whiskey, de 1870

Para aqueles que bebem, que tal trabalhar vendo esses rótulos vintage e degustando whiskeys envelhecidos 150 anos? :)

Todas as imagens são “public domain” e foram baixadas do site Library of Congress

Howard Thurston (1869-1936 | veja o site oficial) foi um grande mágico e há quem diga que mais famoso até que seu contemporâneo (Harry) Houdini. Na minha eterna busca de referências, encontrei e fiz uma seleção dos cartazes de suas apresentações, entre os anos de 1898 e 1935. Dá pra notar que as estruturas dos cartazes, o tipo da ilustração, quantidade de elementos e textos foram mudando conforme passavam as décadas:

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1898

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1910

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1910

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1914

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1914

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1914

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1915

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", da década de 1920

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1925

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1925

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1925

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1927

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1934

Cartaz de "Trurston - The Great Magician", de 1935

Todas as imagens são “public domain” e foram baixadas do site Library of Congress

Posts relacionados:

Cartazes da Primeira Guerra Mundial #1
15 cartazes vintage de cigarros Camel
10 cartazes de cigarro das décadas de 1920 a 1950
20 cartazes de filmes B dos anos 1930
20 cartazes de filmes B dos anos 1940
Cartazes “fique em silêncio” da Segunda Guerra Mundial

Fiz uma seleção de cartazes de propaganda de circo vintage, entre 1879 e 1938, com ilustrações muito interessantes e, por mais que houvesse quase sempre a preocupação com se aproximar da realidade, as soluções das composições visuais e trabalho tipográfico são bem heterogêneos:

Cartaz de circo de 1879

Cartaz de circo entre 1880 e 1900

Cartaz de circo de 1895

Cartaz de circo de 1897

Cartaz de circo de 1897

Cartaz de circo de 1898

Cartaz de circo de 1898

Cartaz de circo de 1898

Cartaz de circo de 1899

Cartaz de circo de 1899

Cartaz de circo de 1899

Cartaz de circo de 1899

Cartaz de circo de 1900

Cartaz de circo de 1900

Cartaz de circo de 1900

Cartaz de circo de 1900

Cartaz de circo de 1936

Cartaz de circo de 1936

Cartaz de circo de 1936

Cartaz de circo de 1938

Todas as imagens são “public domain” e foram baixadas do site Library of Congress

Posts relacionados:

Cartazes vintage de “Thurston-The Great Magician”
Cartazes da Primeira Guerra Mundial #1
15 cartazes vintage de cigarros Camel
10 cartazes de cigarro das décadas de 1920 a 1950
20 cartazes de filmes B dos anos 1930
20 cartazes de filmes B dos anos 1940
Cartazes “fique em silêncio” da Segunda Guerra Mundial